Estresse: o vilão da vida moderna.

Quinta, 18 de Agosto de 2011, 17:08 h por Vanessa Fernandes
Daniele brigou horas com o namorado. Roberto, mais uma vez xingou no trânsito. Alexandre continua enviando currículos sem ter resposta. Luiza acorda todas as noites para cuidar de seu primeiro bebê. Fernando vai à escola sabendo que vai sofrer bullying. Mariana enfrenta a sua primeira semana no novo trabalho.
Se estivéssemos em um jogo de adivinhação, o que poderíamos sugerir de todas essas situações? O que faz essas vidas terem algo em comum, apesar de tantas diferenças?
A questão que os une é o stress. Ou estresse, do nosso português claríssimo. A maneira como é escrita pouco importa. O que interessa mesmo é ter em mente em que momento a ansiedade, a angústia, a perda de controle emocional se tornam elementos constantes do cotidiano.
O estresse não é absolutamente negativo como se pode pensar a princípio. É importante ter uma carga de adrenalina e ansiedade para que se tenha estímulo para enfrentar as situações da vida. Por outro lado, mesmo situações agradáveis como o nascimento de um filho ou uma mudança de trabalho, podem ser razões de estresse.
No entanto, é necessário que se saiba colocar limites para que não se sobrecarregue emocionalmente, o que acaba transformando esses sentimentos em doença física e exaustão mental.
Quando isso ocorre, o corpo passar a não funcionar como de costume e com isso, se torna suscetível a doenças como viroses, infecções, ataques de pânico, dores de cabeça, cansaço, depressão, entre inúmeras outras. Nos casos mais agudos, o estresse pode levar à problemas cardiovasculares.
Podemos dizer que o ele é o vilão da civilização moderna. Afinal, quem nunca se sentiu estressado, não é? Muitas tarefas a fazer, pressão diária, um dia que parece ser insuficiente para tantas atividades. O estresse nada mais é que uma reação do nosso organismo à situações desfavoráveis. A boa notícia é que com um pouco de organização e mudanças de hábitos é possível conviver só com o seu lado excitante.
O auto-conhecimento é muito importante nessas horas porque é você quem vai determinar o que é uma situação estressante ou não. Para algumas pessoas trabalhar intensamente, tendo pouca vida pessoal é agradável, enquanto que para outras, é uma grande razão de tensão.
Saber dizer não, estabelecer os seus limites, fazer uma lista com os afazeres do dia, tudo isso é fundamental para evitar a fatiga. Essa atitude demonstra amor próprio e respeito com seu próprio corpo.
Praticar atividades físicas é outra maneira de descarregar as preocupações diárias. Além de ser bom para saúde, o corpo ainda libera endorfina, aquele neurotransmissor responsável pela sensação de euforia e bem-estar. Quer coisa melhor?
Sair com os amigos, viajar, ter um hobby são ferramentas que ajudam a relaxar. Se dar uma folga de vez em quando é revigorante para o corpo e a mente!
E claro, uma alimentação saudável com frutas, legumes e verduras, dormir cedo, praticar yoga, fazer shiatsu, ou qualquer outra massagem relaxante, ajudam a afastar esse vilão da vida moderna.
Pra quem quer saber mais informações sobre estresse e obter ajuda, o Vidai recomenda o site do International Stress Management Association ( ISMA – BR), que tem sua representatividade no Brasil também. Vale a pena conferir o link!
Tá esperando o que para mandar o estresse embora? Mãos à obra!